Amapaense combate crises depressivas através da arte

Hoje, morando no bairro Infraero 2, zona norte de Macapá, o rapaz vem recebendo o apoio de familiares e novos amigos para continuar lutando através da arte.
Compartilhamentos

Por RODRIGO INDINHO

A arte, além de entretenimento e beleza, passou a ser importante ferramenta no auxílio ao tratamento e terapia de pessoas que precisam alcançar ou reencontrar o equilíbrio biopsicossocial.

Em vários meios de comunicação e virtuais muito se fala em depressão quando o pior já aconteceu. O portal SelesNafes.com faz diferente e continua contando histórias de pessoas que buscam alternativas para driblar e conseguir vencer a doença.

Para Alecksandro, fazer vasos ornamentais com materiais recicláveis…

… vem sendo uma alternativa para ocupar a mente e fugir das crises depressivas. Fotos: Rodrigo Indinho/SN

No caso do amapaense Alecksandro Mota, de 31 anos, fazer vasos ornamentais com materiais recicláveis vem sendo uma alternativa para ocupar a mente e fugir das crises depressivas. Timidamente, ele conta como a ideia surgiu.

“Surgiu depois que comecei a fazer tratamento com uma psicóloga. Pesquisei e vi os artesanatos na internet e comecei a fazer. Busco doações de garrafas pet com os vizinhos e essa arte vem salvando minha vida e afastando de mim pensamentos negativos”, contou.

Alecksandro detalhou que foi aos 15 anos que sentiu os primeiros sinais de que estava passando por um processo depressivo. As crises se intensificaram há dois anos depois que sua casa, onde morava sozinho no município de Mazagão, pegou fogo e ele perdeu tudo.

Os vasos ornamentais são vendidos ao valor de R$ 20, valor usado…

… para custear o material usado na produção

“Fiquei sem chão. Não tinha ânimo e não conseguia fazer nada. Pensei em desistir de tudo, não enxergar sentido na vida e achar que aquilo nunca ia passar. Já pensei em várias coisas que prefiro esquecer. As crises ainda me rondam, mas com esse apoio vou conseguindo mandá-las embora”, revelou.

Hoje, morando no bairro Infraero 2, zona norte de Macapá, o rapaz vem recebendo o apoio de familiares e novos amigos para continuar lutando através da arte. Como seu caso não é isolado ele aproveitou e mandou um recado para as pessoas que lutam e sofrem silenciosamente.

“Um amigo meu, infelizmente, não está entre nós, devido a esse mal. A mãe dele me ajuda bastante. Na verdade, nós nos ajudamos para vencer tudo isso. Então, você que também sofre com algum mal, digo que você tem que acreditar mais em você e ter mais fé. Estabeleça metas e não deixe de lutar, se der errado tente novamente que você vai, sim, vencer. Sei que todo dia é uma luta para nós, mas não podemos desistir. É preciso ter Deus no coração”, sugeriu.

Alecksandro pede doações de garrafas e outros recipientes para confeccionar as peças ornamentais

Os vasos ornamentais que Alecksandro produz são vendidos ao valor de R$ 20. Ele fez questão de explicar o porquê.

“Como já disse, faço mais para ter uma ocupação mesmo. Mas, para eu continuar fazendo, preciso ter o material, que é um pouco caro. Ainda compro a planta e a terra. Por isso, cobro o valor simbólico de R$ 20 para custear esses gastos, senão eu até doava para as pessoas. Detalhe: eu pego o número de quem adquiriu e mando mensagem porque quero saber se a plantinha estar bem”, assegurou.

Alecksandro também realiza o trabalho de decorador de aniversários. Quem tiver interesse em conversar com ele ou adquirir os vasos pode entrar em contato pelo número (96) 99138-7255.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!