Compartilhamentos

Está prevista para esta sexta-feira, 3, a divulgação das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com o resultado, começa mais uma corrida pelo ingresso ao ensino superior. Pela primeira vez a Universidade Federal destinará 100% das suas vagas a quem fez o exame, 50% direto pela nota e o restante para quem vai inscrever a mesma nota no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que busca vagas em todas as unidades públicas do país.

Os candidatos ao processo seletivo da Unifap só aguardam a divulgação da nota do Enem para se inscrever. O prazo termina no dia 23 de janeiro. Para o Sisu, as inscrições serão realizadas no período de 6 a 10 de janeiro. A Universidade Estadual do Amapá (Ueap) também destinou 100% das suas vagas ao Enem.

Porém não são apenas essas as opções para ingressar no ensino superior. Os estudantes podem se inscrever em instituições fora do estado que também trocaram o processo seletivo tradicional pelo Enem. Basta se inscrever no Sisu. Essa foi a opção escolhida por Teodorico Magno, que tentará uma vaga no curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará (UFPA), além, é claro, de tentar pela segunda vez arquitetura na Unifap. Poder se inscrever em várias instituições é um dos benefícios do Enem. “Esse ano aproveitei a adoção da nota do Enem pela UFPA para ter mais uma chance de ingressar no ensino superior, agora é aguardar o resultado” contou.

Teo Magno - Tenta pela segunda vez entrar na Unifap.

Teo Magno – Tenta pela segunda vez entrar na Unifap.

Magno tenta pela segunda vez entrar em uma instituição pública de ensino superior, mas já decidiu que se desta vez não conseguir fará graduação em uma faculdade particular. “Ano passado eu tentei apenas em universidades públicas, e não obtive êxito. Se esse ano eu não conseguir a vaga estarei recorrendo a outros benefícios também obtidos através da nota do Enem para ingressar em uma instituição particular”, adiantou.

O candidato se referiu a mais um benefício do Enem, que também disponibiliza ingresso em faculdades por meio do Prouni (Programa Universidade Para Todos, que dá bolsa de estudo a estudantes de baixa renda), e o Fies (também federal, que possibilita que o estudante arque com apenas 50% da mensalidade deixando os outros 50% para pagar em até treze anos após a conclusão do curso). “Já estou matriculado em uma faculdade no curso de arquitetura, e aguardo o resultado da Unifap e da UFPA. Caso não consiga passar em fevereiro tentarei o Fies para conseguir pagar os meus estudos”.

Lorena Magno presta vestibular pela primeira vez e tenta uma vaga para farmácia

Lorena Magno presta vestibular pela primeira vez e tenta uma vaga para farmácia

A festa na casa de Teodorico Magno pode ser maior se a sua irmã mais nova, Lorena, conseguir a aprovação na Unifap. Ela tenta pela primeira vez o processo seletivo e está ansiosa para saber como se saiu no Enem. O objetivo dela é cursar farmácia. “Estou bastante ansiosa para ver o resultado, para ver se meu ano de estudo deu certo”, revelou.

As notas serão divulgadas na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Basta o estudante ter em mãos CPF e data de nascimento. Ao todo, cerca de 5 milhões de estudantes fizeram as provas do Enem 2013 em outubro. No Amapá, 41,9 mil se inscreveram.

Compartilhamentos