Compartilhamentos

A vereadora Neuzinha Velasco (PSB) retornou à Câmara de Vereadores nesta terça-feira, 10, para ocupar a cadeira que tinha deixado há quase sete meses e que estava sendo ocupada por Yuri Pelaes (PTN), primeiro suplente da coligação. Segundo a vereadora, a ordem para o seu retorno partiu do próprio governador Camilo Capiberibe. Yuri Pelaes vinha fazendo críticas ao governo nas redes sociais.

Tudo começou com um twitter do empresário (ligado ao MMA) e vereador Yuri Pelaes, cobrando do governo mais apoio do estado em eventos esportivos. Ele tem uma empresa que promove apresentações de MMA. A vereadora Neuzinha Velasco afirma que a cobrança era pessoal e soou como uma afronta ao governo. “O Yuri confundiu sua vida de parlamentar com o lado profissional. Isso não pode acontecer com um político”, argumentou a vereadora.

Yuri vinha criticando o governo por mais apoio em eventos esportivos.

Yuri vinha criticando o governo por mais apoio em eventos esportivos. Foto: Ascom/CMM

“O Yuri não é inexperiente na política. Ele nasceu no berço da política devido à história de seus pais, como ele mesmo diz (ele é filho da deputada federal Fátima Pelaes, do PMDB). Não digo que foi um deslize. Digo que ele foi muito afoito. Acredito que os parlamentares, de um modo geral, precisam ter uma postura diferente em relação às redes sociais”, completou Neuzinha.

Sessão desta terça-feira já ocorreu sem a presença de Yuri

Sessão desta terça-feira já ocorreu sem a presença de Yuri

Yuri Pelaes ocupou o cargo de vereador por exatos seis meses e 21 dias, quanto Neuzinha dirigia a Secretaria de Relações institucionais do Governo. Apesar da mudança, Fátima Pelaes continua no governo de Camilo. O marido dela, Sivaldo Brito, dirige a Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo do Estado.

A equipe de reportagem de selesnafes.com procurou o vereador para se posicionar sobre o assunto, mas não conseguiu retorno. A informação é que o vereador está em Brasília sem previsão de retorno.

Compartilhamentos