Compartilhamentos

Começou mais uma campanha Papai Noel dos Correios.  O lançamento aconteceu numa programação no fim da tarde desta sexta-feira, 16.  A festa contou com a presença do coral infantil da escola Estadual Gonçalves Dias e a apresentação inusitada de um contador de história, além, é claro, da presença mais esperada pelas crianças, o Papai Noel.

Os Correios já realizam a campanha há dez anos, e até o ano passado já havia atendido mais de 5 mil crianças. A campanha conta com a participação de pessoas anônimas que realizam pedidos de meninos e meninas de escolas publicas e sociedade.

Nacionalmente, os Correios realizam a campanha desde 1989. Em três anos já presenteou mais de 1,9 milhão de crianças. Desde 2010 os correios estabeleceram parcerias com escolas publicas, creches e abrigos que atendem crianças em vulnerabilidade social.

Coral de criança da Escola Gonçalves Dias. Fotos: André Silva

Coral de criança da Escola Gonçalves Dias. Fotos: André Silva

O diretor da empresa no Amapá, Paulo Sérgio Marques, disse que a parceria estabelecida com a mídia e com a sociedade é o que tem fortalecido a campanha.

“Essa união estabelecida entre os Correios e a imprensa é que permite que a campanha chegue na sociedade. A gente chega a atingir o atendimento de 95% das cartas. Há uma adesão muito grande da sociedade”, disse o diretor.

As escolas também tiveram seu momento com a apresentação do Coral Infantil da Escola Estadual Gonçalves Dias. Elas estavam todas caracterizadas de acordo com a personagem escolhida.

As cartas poderão ser entregues nas agências centrais de Macapá e Santana

As cartas poderão ser entregues nas agências centrais de Macapá e Santana

A estudante Maiane Caroline, de 11 anos, do quinto ano do ensino fundamental,  foi uma das vozes do coral. Ela disse acreditar em Papai Noel.

“Eu ainda acredito em Papai Noel,  sim. Esse é o primeiro ano que participo. Ainda não escrevi minha carta, mas vou escrever”

As cartas só podem ser entregues e adotadas através das agências dos Correios de Macapá do Centro da cidade, na Rua Coriolano Jucá, e na agência do centro de Santana. Elas poderão ser entregues até dezembro, uma semana antes do Natal.

 

Compartilhamentos