Compartilhamentos

 

SELES NAFES –

Uma operação da Polícia Civil do Amapá com apoio da PM e Polícia Rodoviária Federal conseguiu prender quatro homens que estariam preparados para assaltar embarcações estrangeiras e brasileiras no Costa da Guiana Francesa e no Rio Oiapoque. Um dos alvos era um barco com produtos chineses contrabandeados pelo Suriname com destino a São Paulo e Espírito Santo.

A operação começou na sexta-feira, 28, quando policiais civis receberam informações da Polícia Francesa de que havia um grupo de homens armados em um barco realizando assaltos na costa da Guiana Francesa, e que provavelmente seriam brasileiros.  

Barco suspeito foi abordado por duas equipes. Fotos: PC de Oiapoque

Barco suspeito foi abordado por duas equipes. Fotos cedidas pela PC de Oiapoque

A suspeita era de que os criminosos também estariam agindo no Rio Oiapoque. Empresários do ramo de pesca de Oiapoque também tinham relatos parecidos. O delegado Charles Corrêa montou uma equipe.

“A gente começou a investigar e fomos com a nossa embarcação até a boca do Oceano e não encontramos nada. Quando estávamos voltando à noite, perto de Vila Vitória, encontramos uma embarcação suspeita ancorada perto e uma casa. Ficamos vigiando e suspeitando de que havia pessoas armadas”, lembra o delegado.

Grupo confessou que estava esperando a passagem de embarcações para cometer os assaltos

Grupo confessou que estava esperando a passagem de embarcações para cometer os assaltos

Policiais ficaram de campana no local e no dia seguinte o delegado voltou com uma equipe maior, formada por policiais  civis, militares e rodoviários. A equipe desembarcou em um píer e numa das casas foi encontrada uma espingarda. Um homem foi preso. Outra equipe seguiu de barco e fez a abordagem da embarcação onde havia mais 3 suspeitos. Todos foram levados para o Ciosp.

Delegado Charles Corrêa liderou equipe com apoio da PM e PRF

Delegado Charles Corrêa liderou equipe com apoio da PM e PRF

“Durante os interrogatórios eles confessaram que chegaram do Pará havia apenas 15 dias, e que estavam no município para praticar roubos a embarcações”, comentou Corrêa.

Um dos alvos seria uma embarcação chinesa com produtos contrabandeados pelo Suriname e que tinha como destino o Sudeste. As mercadorias iriam abastecer o comércio da Rua 25 de Maio, tradicional centro de compras de São Paulo.  

Outro alvo também seria uma embarcação com uma carga valiosa de grude de gurijuba, gordura do peixe usada pela indústria de cervejaria e cosméticos e vendida a peso de ouro no exterior.

“As pessoas estavam assustadas com a presença desses sujeitos no Rio Oiapoque e ficamos bastante satisfeitos com a prisão deles”, finalizou.

Compartilhamentos