Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA – 

Os funcionários de uma empresa prestadora de serviços de limpeza e manutenção no Hospital de Clínicas Alberto Lima, no Centro de Macapá, estão há dois meses sem receber salários. Então, eles resolveram fazer um protesto diferente. Penduraram na árvore de natal que fica no hospital, algumas cartinhas ao Papai Noel pedindo a regularização dos salários.

“Já procuramos a direção da empresa que diz que vai pagar, mas não dá nenhuma previsão. Então decidimos pedir ao Papai Noel esse presente, já que nossas famílias não terão uma mesa farta na ceia de Natal”, destacou uma das funcionárias da empresa.

Outra carta pede vale alimentação e férias, também atrasados

Vale alimentação e férias também atrasados

A árvore fica no saguão do Hospital de Alberto Lima. Fotos: Cássia Lima

A árvore fica no saguão do Hospital de Alberto Lima. Fotos: Cássia Lima

A verdade é que a árvore foi uma maneira que mais 50 trabalhadores encontraram para externar o problema e a pelar para a sensibilidade dos patrões. Uma das cartas diz: “Papai Noel venho através desta pedir que ilumine o coração do nosso chefe para que ele nos pague”.

Os vigilantes que também trabalham no Hcal resolveram aderir ao protesto porque estão com três meses sem salários.

“Nós procuramos a empresa, mas disseram que por conta de uma mudança na lei, só considerado atraso depois de 90 dias. O jeito é fazer bico para garantir o Natal lá em casa”, contou um vigilante.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que há um esforço junto às empresas para que o pagamento dos funcionários seja normalizado antes do Natal.

Compartilhamentos