Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um acusado de assalto decidiu tentar se esconder da polícia na casa de uma mulher que estava embalando drogas para vender. Os dois acabaram presos por policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM).

O assalto ocorreu na tarde desta segunda-feira, 13. Os policiais estavam em patrulhamento na Avenida José Lourenço de Sá, no Bairro Novo Horizonte, Zona Norte de Macapá, quando foram avisados por alunos de uma escola que uma colega havia acabado de ser assaltada. O criminoso teria usado uma pistola para roubar o celular e a mochila da vítima.

Ao todo, foram encontrados 358 gramas de maconha

Ao todo, foram encontrados 358 gramas de maconha

Negueba foi reconhecido pelas vítimas

Negueba foi reconhecido pelas vítimas. Foto: Leonardo Melo

O acusado foi reconhecido pelos estudantes, seria um criminoso da região conhecido como ‘Negueba’. Ele fugiu, mas foi avistado entrando em uma residência localizada em uma área de pontes próxima da escola.

Os policiais foram até o local e encontraram o criminoso dentro de um dos cômodos da casa. Ele não reagiu, até porque tinha apenas um simulacro de pistola PT-100, a mesma réplica que usou para intimidar os estudantes.

Simulacro usado pelo assaltante

Simulacro usado pelo assaltante. Foto: BRPM/Divulgação

De acordo com a polícia, Negueba estava com 350 gramas de maconha e uma balança de precisão dentro do quarto. A proprietária da residência alegou que não sabia que a droga estava em sua residência, mas os policiais afirmam que ela estava embalando drogas para comercializar no local.

Lucivan dos Santos Pereira, de 18 anos, e Janiara Balieiro Vilhena, de 34 anos, foram presos em flagrante e apresentados no Ciosp do Pacoval. 

Compartilhamentos