Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Quem esperava um discurso inflamado ficou surpreso. Ao usar a tribuna após 6 meses de ausência em sessões, o deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), Moisés Sousa (PSC), disse que “se pudesse viveria tudo outra vez”, ao se referir aos seus 10 anos no parlamento estadual completados essa semana.

Moisés causou grande surpresa ao aparecer na Alap esta manhã. Apesar do clima, foi cumprimentado por assessores, servidores da casa e alguns parlamentares. Participou de toda a sessão, e, no final, nas comunicações inadiáveis, falou sobre o período que passou sem ir a Assembleia.

Moisés Sousa não comparecia a Alap há 7 meses. Fotos: Cássia Lima

Moisés Sousa não comparecia há 6 meses na Alap. Fotos: Cássia Lima

“Eu estou feliz em estar de volta. Passei um período em tratamento médico, e tive direcionamento para não participar das sessões. Nesse sentido, me foi privado exercício de estar aqui presente. Entendo o clima e acho que esse é um princípio natural da democracia”, declarou Moisés Sousa.

O ex-presidente, que agora aderiu ao uso de barba, destacou ainda na sua fala que protocolou várias demandas na secretaria da Alap, citou frases de Ulisses Guimarães sobre coragem e força, comemorou os 10 anos de parlamento mencionando vitórias e derrotas.

Moisés Souza teve uma longa conversa com Jaci Amanajás (Pros), relator da comissão processante que decidiu por sua destituição. Fotos: Cássia Lima

Moisés Souza teve uma longa conversa com Jaci Amanajás (Pros), relator da comissão processante que decidiu por sua destituição

“Nesses 10 anos vivi nas adversidades e aprendi com a convicção que o trabalho feito foi renovado. É como diz um poeta argentino, se pudesse eu viveria tudo outra vez”, parafraseou.

O deputado, que passou grande parte da sessão com semblante pensativo e com as mãos na barba, não pisava na Assembleia desde primeiro de dezembro, quando foi afastado do cargo. Moisés não quis dar entrevista para a imprensa, mas deixou claro que voltará com seus trabalhos legislativos.

Compartilhamentos