Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Durante a noite desta sexta-feira, 3, uma família viveu momentos de terror, no Bairro Jardim Marco Zero, zona sul de Macapá. Um homem foi feito de escudo por bandidos que estavam sendo perseguidos por uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) após roubar a residência das vítimas.

O homem, que é farmacêutico e militar da reserva, chegava em sua residência com a sogra, por volta das 22h, quando foi surpreendido por um trio, quando o portão eletrônico estava sendo aberto.

O grupo rendeu as duas primeiras vítimas, retirando-as do automóvel e anunciando o roubo. Os criminosos forçaram o homem a chamar a esposa para abrir a casa e invadiram o local, onde além da companheira da vítima, estava a filha do casal, de 9 anos.  

“Lá eles me jogaram no chão, diziam que iam me matar e que queriam dinheiro. Disseram que eu tinha bastante dinheiro que eles sabiam, até falaram quanto eu tinha: R$ 80 mil. E eu não tenho”, contou o homem, que preferiu não se identificar.

Menor capturado. Grupo invadiu a casa armado e agrediu pai de família. Fotos: Olho de Boto

Menor capturado. Grupo invadiu a casa armado e agrediu pai de família. Fotos: Olho de Boto

Após as agressões e ameaças, não achando grandes valores, os bandidos subtraíram da carteira da vítima R$ 400, o telefone celular, mais uma quantia de sua esposa, um televisor, o modem da TV a cabo e um notebook. Foi então que os criminosos decidiram partir no veículo das vítimas, levando o pai da família como refém.

“Disseram que iam me levar como refém dentro do meu carro para não serem pegos lá fora, já que eles desconfiavam que tinham pessoas que estavam vendo que tinha um assalto lá”, recordou o senhor.

A vítima relatou ainda que recebeu uma coronhada na cabeça durante a fuga, mas não chegou a desmaiar.

Quando ainda estava na mesma rua onde realizaram o crime, os infratores inesperadamente se depararam com uma viatura do Bope, que realizava ronda na área. Os policiais acharam o grupo suspeito e tentaram realizar a abordagem, mas foram recebidos com tiros pelos bandidos. 

Objetos recuperados

Objetos recuperados

“O que causou suspeita foi que o carro sem película estava com três indivíduos novos e um senhor de cabeça baixa”, disse o subtenente Willian Leite, do Bope, que participou da operação.

O policial comentou também que após os disparos do grupo, a equipe preservou uma distância de segurança, sem revidar, até chegar no final da rua, quando os infratores abandonaram o veículo e fugiram por uma área de ponte. 

Segundo a vítima, a salvação foi ter aparecido a viatura do Bope.

“Pedi para não atirarem na viatura, pois se os policiais revidassem iriam matar todos, mas o Bope agiu com muito profissionalismo”, recordou a vítima.

Os bandidos abandonaram todos os objetos dentro do carro, levando apenas dinheiro e celulares das vítimas.

O Bope conseguiu ainda capturar um deles, que estava com a carteira e o dinheiro e os documentos do dono da casa. O jovem foi identificado e é menor de idade. A polícia segue em busca dos outros dois infratores, um deles conhecido como “Pita”, que conseguiram fugir.

O subtenente Willian Leite deixa um recado para a população para ficar atenta a movimentações suspeitas nas proximidades de suas residências, pois esse tipo de crime vem aumentando em Macapá.

“As pessoas ao entrar em casa têm sempre que notar a movimentação por perto. a prática dos indivíduos tem sido essa”, advertiu o policial.

Compartilhamentos