Justiça recebe denúncia contra deputados estaduais

Além dos parlamentares, outras duas pessoas foram denunciadas.
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) recebeu denúncia contra os deputados estaduais Moisés Souza e Jaci Amanajás. Segundo ação do Ministério Público Estadual (MP), os parlamentares utilizaram servidores da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) em empreendimento particular, provocando prejuízo aos cofres públicos de, aproximadamente, R$ 500 mil. Os acusados responderão pelos crimes de peculato desvio e fraude processual.

De acordo com a ação, ingressada em 2016, um esquema dentro da Alap beneficiou, além dos parlamentares, a esposa de Jaci Amanajás, proprietária do Centro de Formação Musical AIAPI, de onde sete funcionários foram nomeados para cargos na Alap, segundo a investigação, sem prestar serviço, recebendo salários que variavam de R$ 752,62 a R$ 4.294,66.

Segundo o MP, nos depoimentos, os servidores contratados pela Alap e utilizados como mão de obra pela escola de música, disseram que houve uma reunião com a finalidade de orientá-los a mentir quando chamados ao MP. 

“Consta na ação, inclusive, uma gravação na qual é possível comprovar a veracidade das afirmações, eis que, em determinado trecho, existe a fala de um homem orientando-os a dizer que, de sexta a domingo, acompanhavam o deputado Jaci Amanajás nas atividades parlamentares”, detalha trecho da acusação.

O advogado Josinei Moreira Amanajás, que, segundo o MP, fez as orientações aos servidores, também figura entre os réus, além de Maria Neuma Silva Amanajás, esposa de Jaci Amanajás.

A reportagem não conseguiu contato com nenhum dos citados.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!