Cumprimento de mandado contra facção tem troca de tiros e perseguição

O bando tinha armas, munições e colete. A troca de tiros ocorreu na Baixada do Ambrósio, em Santana, a 14 km de Macapá.
Compartilhamentos

Por OLHO DE BOTO

Um bandido e um policial ficaram feridos durante uma ação do 4º Batalhão da PM para cumprir mandado de prisão de um dos alvos da operação deflagrada pelo Ministério Público e Forças de Segurança na manhã desta quinta-feira (15) contra uma Facção Criminosa que atua dentro e fora das cadeias do Amapá.

O confronto entre militares e membros do crime organizado ocorreu no início da manhã, por volta de 6h15, na passarela 30 de Novembro, da Baixada do Ambrósio, no município de Santana, a 14 km de Macapá. A ação policial terminou com três homens presos, um deles baleado. O bando tinha armas, munições e colete.

Um policial ficou ferido na perna direita quando pulou no lago atrás dos bandidos. Fotos: Olho de Boto/SN

Darlei Almeida Souza, conhecido como ‘Rolinha’, de 20 anos, está internado no Hospital de Emergência de Santana. Ele é acusado de um homicídio no distrito de Fazendinha, ocorrido em junho deste ano – o caso foi registrado pelo Portal SN. O quadro de saúde dele é estável, segundo a polícia.

De acordo com o tenente-coronel André, comandante do 4º Batalhão, quando as equipes chegaram ao local houve troca de tiros. Os bandidos se dispersaram. No fogo cruzado, Rolinha foi atingido.

Outros dois pularam no lago, mas os militares foram atrás e conseguiram capturá-los. Um policial ficou ferido na perna direita quando caiu no lago atrás dos bandidos. Ele levou alguns pontos no ferimento, mas passa bem. Um quarto criminoso, que estava armado, conseguiu fugir. Ele era o alvo principal.

Arma usada por Rolinha no confronto

Na casa onde os bandidos estavam foram encontrados um colete balístico, 10 munições de pistola calibre ponto 40, vários capacetes, além do revólver calibre 38, usado por Rolinha no confronto.

“Apesar deles não estarem com mandado de prisão, mesmo sendo investigados, eles cometeram outros crimes flagrantes, como resistência à prisão, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa. Por isso eles serão entregues à Polícia Civil”, explicou tenente-coronel André.

Tenente-coronel André (E), comandante do 4º Batalhão da PM, em Santana

As buscas pelo suspeito que conseguiu escapar continuam sendo feitas. A polícia sabe que ele está armado com uma pistola é perigoso.

SAIBA MAIS:

– Facção criminosa é alvo de 27 mandados no Iapen

– Recém-saído da cadeia é perseguido e morto com 4 tiros nas costas

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!