Compartilhamentos

Pilar o vidro, misturar a cola, embebedar uma linha ponto 20, amarrar no papagaio e começar a diversão. Uma brincadeira despretensiosa que vem causando grandes transtornos em Macapá. O Cerol é usado para uma brincadeira tradicional do brasileiro, a Pipa. Mas acaba deixando várias vítimas.
Uma morte foi provocada por essa brincadeira perigosa na tarde desta quarta-feira (22). Pedro Arnaldo do Rosário, de 42 anos, transitava na Rodovia Duca Serra, no município de Santana, a 17 km da capital do Amapá, quando uma linha encerada cortou o seu pescoço.

cerol
O motoqueiro ainda foi colocado com vida na ambulância para ser levado a caminho do hospital de emergência do município, mas não resistiu e veio a óbito no caminho. A polícia informou que nesses casos se as investigações comprovassem quem estava portando a linha encerada, o infrator seria autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.
Em Macapá há uma lei municipal que proíbe o uso da mistura cortante, caso um menor seja encontrado fazendo uso da substancia os responsáveis tem de pagar uma multa, e o material é todo recolhido para o depósito da guarda municipal. Ao final o material é incinerado.

Compartilhamentos