Compartilhamentos

A Polícia Técnica Cientifica do Amapá (Politec) confirmou a identificação de mais uma vítima do acidente ocorrido em março deste ano na usina hidrelétrica de Santo Antônio, no município de Laranjal do Jari, no Sul do Estado.  De acordo com o diretor da Politec, Odair Monteiro, os peritos conseguiram chegar a identificação depois da realização de exames de DNA nos restos mortais encontrados no dia 28 de junho na área da hidrelétrica.

A ossada encontrada por operários da obra é de Altenízio Tavares Cardoso. Ele morreu no dia 29 de março quando houve o rompimento de um muro de contenção da hidrelétrica que provocou a morte de quatro trabalhadores.

Altenízio é a segunda vítima deste acidente que é encontrada. Dois dias depois do acidente, os bombeiros encontraram o corpo do operário Tancredo Coelho de Souza.  Outros dois operários, Uverlandio de Souza Lima e Antônio Marques Filho continuam desaparecidos. 

Compartilhamentos