Compartilhamentos

 As buscas pelo taxista Raimundo Wilson de Barros Brito, de 58 anos, continuam na tarde desta segunda-feira, 06. O monitoramento está concentrado em aéreas próximas ao município de Tartarugalzinho. Além do uso do helicóptero paraense, um avião de pequeno porte também está sendo usado para voos de longa duração. Os taxistas de Macapá emitiram alertas para os colegas de todo o Estado.

Secretário Gastão Calandrine: buscas na região do município de Tartarugalzinho

Secretário Gastão Calandrine: buscas na região do município de Tartarugalzinho

Algumas informações apontaram que o veículo foi usado em uma tentativa de assalto. “Essa foi uma informação que nos chegou, mas não foi confirmada. Ainda não há indícios de onde o carro ou o taxista possam estar. Mas a Secretaria de Segurança Pública está dando todo o apoio a família e uma equipe especial está cuidando das investigações”, disse o secretário de Segurança Pública, Gastão Calandrine. Ele confirmou que as buscas agora estão concentradas na região de Tartarugalzinho.

Rizonilson Barros: alerta para todos os taxistas do Estado

Rizonilson Barros: alerta para todos os taxistas do Estado

Enquanto a polícia faz a sua parte, os taxistas também estão unidos a procura de seu Wilson. “Desde sábado estamos emitido alertas para todos os taxistas do Estado, para possam ajudar nas buscas. Como não ainda há um município certo, todos os taxistas estão atentos às novidades que possam levar ao paradeiro do seu Wilson”, contou o presidente do Sindicato dos Taxistas, Rizonilson Barros.

Como não chegou nenhuma informação sobre o estado de saúde do taxista, a família acredita que Wilson está vivo. “Ainda temos esperança que nosso pai está vivo. Pedimos encarecidamente às pessoas que o levaram, que o libere. Podem deixar ele em algum lugar, próximo de alguma cidade. Não queremos o carro, apenas a vida do meu pai”, pediu Cristiane Vilhena, filha do taxista. Wilson tem cinco filhos.

Compartilhamentos