Compartilhamentos

Um militar do Exército foi preso em flagrante no Hospital de Emergência de Macapá acusado de ameaça. Ele teria apontado uma arma para a funcionária de uma lanchonete que funciona ao lado do hospital.

A prisão ocorreu por volta das duas horas da madrugada desta segunda-feira, 28. A guarnição da Polícia Militar de plantão no HE foi informada que o militar estava na lanchonete armado com uma pistola e teria discutido com uma atendente.

Ao chegar ao local, os policiais identificaram o militar que foi cercado e imobilizado. Ele não reagiu. Os policiais apreenderam com ele uma pistola Taurus calibre 380 com 11 munições intactas.

O militar não teve o nome divulgado, e foi levado preso por ameaça até o Ciosp do Pacoval onde ficou detido. O motivo da confusão não foi revelado.

Compartilhamentos