Compartilhamentos

DA REDAÇÃO –

Macapá será a próxima de sede do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que acontece em março de 2016. O anúncio foi feito pelo governador do Pará, Simão Jatene, na cerimônia de encerramento da 12ª edição do evento, que ocorreu nesta sexta-feira, 20, em Belém. Segundo Jatene, a decisão foi tomada através do esforço e da vontade política do governador Waldez Góes de trazer o encontro para o Amapá pela primeira vez.

Em Macapá, os governadores dos nove Estados que compõem a Amazônia Legal vão avaliar avanços das edições anteriores do Fórum e estabelecer novas metas para uma agenda conjunta para o desenvolvimento da região amazônica.

Governadores definiram estratégias para a participação na COP 21. Fotos: Ascom/GEA

Governadores definiram estratégias para a participação na COP 21. Fotos: Ascom/GEA

Waldez Góes, que participou do encontro em Belém, avalia a importância da realização do evento em Macapá. “A reunião dos governadores no Amapá vai acontecer num momento fundamental de avaliação, pois, antes, nós teremos a COP 21, onde cobraremos do mundo as nossas justas compensações pelos serviços ambientais prestados ao planeta. Será também um momento de fortalecimento do Amapá como protagonista na luta pelo desenvolvimento da Amazônia”, afirmou o chefe do executivo amapaense.

COP 21

A COP 21 é a convenção mundial sobre as mudanças climáticas, que ocorre de 30 de novembro a 11 de dezembro, em Paris, na França. Os nove Estados que compõem a Amazônia Legal desenharam um planejamento conjunto de ações para a participação no evento.

As estratégias foram consolidadas na sexta-feira, 30, durante a 12ª reunião do Fórum de Governadores da Amazônia, em Belém. Entre as estratégias estão os mecanismos pelos quais os estados reivindicarão compensações, sobretudo financeiras, na COP 21.

 

Compartilhamentos