Compartilhamentos

SELES NAFES

Uma moradora vizinha do Hospital da Unimed, no Bairro Jardim Marco Zero, na Zona Sul de Macapá, encontrou um bebê recém-nascido ainda com vida dentro de uma sacola plástica na tarde desta quinta-feira, 7. A criança do sexo feminino estava com o cordão umbilical e amordaçada. 

A moradora contou que foi para a frente da casa e viu o saco se mexendo. Pensou primeiro que fosse algum animal, mas quando percebeu que se tratava de uma criança ela chamou os técnicos da Unimed para ajudar.

“Ela disse que ficou com medo. Não sabia se era um bicho. Quando abriram o saco encontraram a criança com uma mordaça de pano na boca”, comentou a conselheira tutelar da Zona Sul, Regiane Gurgel.

A menina está internado na UTI da Unimed, mas deverá ser transferida. FotoÇ Suziane Athanázio

A menina está internado na UTI da Unimed, mas deverá ser transferida. Foto: Suziane Athanázio

A criança foi imediatamente retirada do saco e levada para dentro da UTI da Unimed onde passou a receber soro e oxigênio. Ela é prematura de 8 meses e não há previsão de alta.

“Ainda que a mãe apareça é preciso investigar o que houve. É comum a depressão pós-parto”, ponderou a conselheira.

De qualquer forma o caso será registrado pelo Conselho Tutelar na Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) que vai abrir inquérito para tentar encontrar a mãe.

A menina deverá ser transferida nos próximos dias para a Maternidade Mãe Luzia. Assim que tiver alta ela será levada para o abrigo Siã Cantuá, que pertence à prefeitura de Macapá, e depois poderá ser colocada na lista de adoção.

Compartilhamentos