Compartilhamentos

SELES NAFES

Agora é oficial. O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira, 4, que o caso da jovem de 20 anos moradora de Oiapoque é mesmo o primeiro registro de zika vírus contraído no Amapá. O MS foi comunicado pelas autoridades da Guiana Francesa, onde o exame foi realizado há duas semanas.

A confirmação foi repassada à coordenação da Vigilância em Saúde do Estado.

“Já confirmou um caso, com certeza transmissão sustentada do vírus entre nós. E o Instituto Evandro Chagas confirmou na sexta-feira (1º) a circulação do vírus entre nós”, explicou o coordenador da Vigilância em Saúde do Amapá, Clóvis Miranda.

Exames de urina e sangue da jovem de Oiapoque: resultado positivo no teste de urina

Exames de urina e sangue da jovem de Oiapoque: resultado positivo no teste de urina

A suspeita de zika foi comunicada na semana passada, mas a Vigilância ainda tentava confirmar se a paciente Alexia Farias tinha contraído o vírus em Oiapoque ou em Saints-Georges, na Guiana.  

No último sábado, 2, o site SELESNAFES.COM antecipou que o vírus tinha sido contraído em Oiapoque com base no depoimento da menina ao repórter Humberto Baía. Ela disse ao jornalistas nunca saído da cidade em toda a sua vida.

Compartilhamentos