Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

Populares prenderam na tarde desta quinta-feira, 12, um homem acusado de cometer abusos contra uma idosa de 69 anos em via pública na capital Macapá. A prisão foi efetuada por uma equipe da Guarda Civil.

O homem de 37 anos foi flagrado abusando sexualmente da idosa em uma via movimentada do Bairro Perpétuo Socorro, Zona Leste de Macapá. De acordo com a vítima, ele se aproximou e teria dito que iria fazer uma ‘oração’.
“Eu estava vindo em direção contrária, e ele desceu da bicicleta e veio em minha direção, me assustei e segurei minha bolsa, mas ele falou que Deus tinha falado com ele e que era necessário ele fazer uma oração”, relatou a mulher.
A dona de casa, que reside no Perpétuo Socorro, ainda contou que após começar a ‘orar’, o homem passou a colocar a mãos em seus seios afirmando que Deus que teria mandado.
“Eu não entendia direito, mas ele dizia que eu tinha uma enfermidade, e que por isso era necessário ele pegar”, relatou.

Acusado foi conduzido até a DECCM. Fotos: Valdeí Balieiro

Acusado foi conduzido até a DECCM. Fotos: Valdeí Balieiro

“Ele tentou várias outras mulheres, mas não deram atenção para ele, até que avistou essa senhora e se aproveitou dela”, disse o morador Raimundo Santos, que conseguiu capturar o suspeito.

Uma testemunha chegou a fazer um vídeo do momento em que os supostos abusos ocorreram. O vídeo não é claro, mas nas imagens o acusado aparece de costas fazendo alguns gestos no corpo da idosa. Ele olha para os lados o tempo todo, e quando percebe que pedestres se aproximam ele para.

O indivíduo foi capturado pela população no momento em que tentou fugir após ser flagrado. Populares o agrediram com chutes e socos até a chegada da Guarda Civil Municipal que encaminhou o acusado e a vítima para a Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DECCM).

Moradores do Perpétuo Socorro dizem que o acusado é usuário de drogas

Moradores do Perpétuo Socorro dizem que o acusado é usuário de drogas

Moradores relataram que o acusado, que estava sem documentos no momento da prisão, mora com usuários de drogas debaixo de uma arquibancada de concreto no campo de futebol na Beira-Rio, em frente à Residência Oficial.

Compartilhamentos