Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um homem com mandados de prisão por dois latrocínios (roubo seguido de morte) morreu numa troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Amapá na manhã desta terça-feira, 13, no município de Santana. Ele também era procurado pela Polícia Federal por participação em roubos a caixas eletrônicos.

O Bope foi até o Bairro Mutirão do Paraíso, em Santana, depois de receber denúncia anônima indicando a localização de Deivid Ribeiro Santana, 23 anos, dono de uma extensa ficha criminal.

Além das acusações de homicídios em assaltos, e roubos a caixas eletrônicos, Deivid era foragido da delegacia de Laranjal do Jari, e em janeiro teria trocado tiros com policiais federais.

Ao chegar ao local indicado pelo informante, os policiais foram surpreendidos por uma mulher que entrou numa residência depois de avistar a equipe. Ela gritava em desespero a palavra “polícia”, num claro sinal de alerta para alguém que estava no interior do imóvel.

Arma usada pelo criminoso. Drogas foram encontradas no carro dele. Foto: Bope/Divulgação

Arma usada pelo criminoso. Drogas foram encontradas no carro dele. Foto: Bope/Divulgação

Os policiais cercaram e invadiram a residência usando escudos balísticos. A mulher foi encontrada, mas afirmou que não havia mais ninguém dentro da casa. Nesse momento foram efetuados vários disparos na direção dos policiais que revidaram.

O agressor, que estava escondido em um dos cômodos, foi atingido por vários tiros e levado pela equipe até o Hospital de Santana onde acabou morrendo.

Os policiais apresentaram na delegacia do Igarapé da Fortaleza de Santana a arma usada por Deivid, um revólver calibre 38, além de quatro porções grandes de maconha e crack encontradas em revista no carro do criminoso.

Compartilhamentos