Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Fiscais do Procon do Amapá estão há dois dias percorrendo o comércio de Macapá em função do aumento de vendas com a aproximação do Dia dos Pais. Ultimamente o  foco das fiscalizações tem sido todos os shoppings, mas, desta vez, a prioridade a galeria Golden e o Shopping Independência, inaugurado no centro comercial e onde existem mais de 50 lojas. 

Várias irregularidades já foram encontradas, mas nenhuma extremamente grave. Contudo, algumas situações refletem a total falta de conhecimento de lojistas em obrigações básicas, como por exemplo, a falta de exemplares em locais visíveis do Código de Defesa do Consumidor.

Roupas e outros produtos sem preços têm sido as ocorrências mais comuns. Fotos: Divulgação/Procon

Roupas e outros produtos sem preços têm sido as ocorrências mais comuns. Fotos: Divulgação/Procon

“No novo shopping (Independência) verificamos algumas coisas erradas, emitimos uma orientação e voltaremos em 72 horas para confirmar se as medidas foram tomadas. Se os problemas continuarem iremos notificar”, avisa o novo diretor do Procon, Eliton Franco.

A partir da notificação, a empresa tem prazo de 10 dias para apresentar defesa. Se ela não for acatada, o Procon expede multa.

Outro erro bastante comum dos lojistas é a falta de preços nos produtos.

“Às vezes tem o código, mas não tem preço. Não tem nem as informações com clareza sobre as formas de pagamento”, acrescenta Franco.

A fiscalização continuará até a quinta-feira, 11, no Independência e na galeria Golden. 

Compartilhamentos