Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Civil do Amapá está cumprindo desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 19, dez mandados de prisão expedidos pela Justiça. Um deles é da professora Aurivânia Neves da Silva, de 44 anos, condenada por atirar em outra professora em 2014.

Agentes encontraram a professora na casa dela, no Bairro do Zerão, Zona Sul de Macapá. Em março deste ano, ela foi condenada a 8 anos de prisão em regime semiaberto depois que a defesa alegou transtornos mentais.

Aurivânia Neves foi localizado com exclusividade quando estava foragida pelo site SELESNAFES.COM

Aurivânia Neves foi localizada com exclusividade quando estava foragida pelo site SELESNAFES.COM. Advogado não permitiu imagens dela. Foto: Seles Nafes

Policiais aguardam momento para cumprir mandado

Policiais aguardam momento para cumprir mandado. Fotos: Rodrigo Sales

No dia 9 de maio de 2014, ele disparou duas vezes contra a professora Marineide da Silva Lopes, na época com 42 anos. O crime ocorreu na Casa do Professor, no Centro de Macapá.

A vítima foi ferida gravemente e levou meses para se recuperar. Aurivânia Silva ficou foragida durante algumas semanas, mas depois se apresentou. Antes, no entanto, ela foi entrevistada com exclusividade pelo site SELESNAFES.COM.

O crime foi passional. A acusada não aceitava o relacionamento do ex-marido com a professora Marineide Lopes.

Policiais discutem detalhes antes do início do cumprimento dos mandados

Policiais discutem detalhes antes do início do cumprimento dos mandados

Ela poderia trabalhar de dia, mas à noite teria que dormir no Iapen. A polícia não informou porque foi necessário recolher a professora ao presídio. Casos assim costumam ocorrer quando o condenado desobedece as restrições e perde o benefício. 

Além do mandado contra a professora, foram cumpridas ainda ordens de prisão para um acusado de estupro de uma criança de 10 anos no Distrito do Curiaú.

Outros mandados foram cumpridos também para casos de tentativa de homicídio

Outros mandados foram cumpridos também para casos de tentativa de homicídio

Outro mandado é para um homem acusado de tentar matar a esposa com golpes de terçado no Bairro do Congós no mês passado.

Compartilhamentos