Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Dois assaltantes aterrorizaram uma festa de aniversário infantil no Bairro Renascer, zona norte de Macapá, na madrugada deste sábado, 21. Uma mulher que estava na residência chegou a ser levada como refém. A Polícia Militar conseguiu prender a dupla depois que o telefone de uma vítima foi rastreado.

Já passava de meia-noite quando a residência foi invadida pelos dois rapazes, um deles armado com uma pistola calibre 380.

“Ele dizia: aqui tem 22 balas pra gastar”,  lembrou uma vítima que foi levada como refém.

Durante o assalto, os 12 adultos que ainda estavam na festa de 1 ano de uma criança foram levados para um quarto e obrigados a entregar todos os objetos de valor. Outros bens da casa também foram reunidos no carro de uma das vítimas.

O filho da refém conseguiu rastrear um dos telefones

Um convidado conseguiu rastrear um dos telefones. Fotos: Olho de Boto

Na hora de fugir, os bandidos queriam levar um menino de 12 anos como refém, mas a mãe do garoto conseguiu convencê-los a levá-la no lugar dele. Dentro do carro, a refém simulou um desmaio e permaneceu fingindo estar inconsciente durante todo o trajeto até um ramal na Rodovia JK,  próximo do município de Santana.

A refém teve a arma apontada para a cabeça durante todo o percurso, e, quando chegaram ao ramal, um deles queria atirar nas pernas da vítima.

“A minha sorte foi que eu fingi que estava desmaiada. O outro (bandido) falou que eu estava desmaiada, e então não precisava”, lembrou a vítima, já na delegacia de polícia.

Ouça o relato emocionado da refém.

Segundo ela, os dois se comunicavam o tempo todo com outra pessoa por celular, e estariam combinando de ir para o Bairro Marabaixo IV, já na zona oeste de Macapá.

Enquanto isso, um convidado refém conseguiu rastrear um dos celulares que estava dentro do carro. Com a localização exata do veículo, ele ligou para o 190 (Ciodes) que avisou uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM). Por coincidência, uma equipe da Lei Seca estava fazendo uma barreira na Rodovia JK perto do ramal.

Os policiais reconheceram o carro e quando deram ordem para que o veículo parasse os ocupantes já foram descendendo e se jogando no chão com as mãos para o alto.

Com a dupla presa, os policiais passaram a se concentrar nos comparsas que teriam cedido a pistola para o assalto.

“Eles informaram que havia mais dois envolvidos que estavam numa residência no Bairro Pantanal. Fizemos uma busca nessa casa, mas eles já haviam se evadido”, relatou o tenente M.Martins.

Os menores de 14 e 16 anos já tinham juntos 7 passagens por roubo

Os menores de 14 e 16 anos já tinham juntos 7 passagens por roubo

Os dois foram identificados como menores de idade. O de 14 anos tem cinco passagens pela polícia por assalto. O de 16 anos já possuía duas passagens pelo mesmo crime.

Eles foram apresentados na Delegacia Especializada em Investigação de Atos Infracionais (Deiai) junto com todo o material roubado dos convidados da festa. Como são menores de idade, em breve estarão soltos de novo. 

Compartilhamentos