Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Os prefeitos de Macapá, Clécio Luís, de Santana, Ofirney Sadala, e de Mazagão, João da Silva (Dudão), estiveram reunidos com o governador do Amapá, Waldez Góes, para tratar sobre a implantação da Região Metropolitana de Macapá.

O encontro, realizado na segunda-feira, 20, no Palácio do Setentrião, definiu a formação de um grupo de trabalho para tratar do tema, que será integrado por representantes do Estado, das cidades envolvidas e dos vereadores dos municípios.

Encontro entre gestores começou a debater vantagens de ações conjuntas na administração dos municípios. Foto: Ascom PMM/Divulgação

Encontro entre gestores começou a debater vantagens de ações conjuntas na administração dos municípios. Foto: Ascom PMM/Divulgação

Dentre os assuntos debatidos pelos gestores, está a análise de criação de um sistema compartilhado de saneamento básico na região.

De acordo com o governador, a primeira reunião teve o objetivo de iniciar o diálogo sobre o assunto, para que os três municípios possam discutir um plano de desenvolvimento dessa região e trabalhar a legislação pertinente.

“Já existe um passo a passo previsto tanto na legislação federal quanto na estadual. Hoje instituímos esse grupo de trabalho para que possamos seguir dentro do planejamento”, disse Waldez Góes.

Recursos para a construção de obras de infraestrutura, além de acesso a políticas públicas unificadas, são outras vantagens da criação da Região Metropolitana de Macapá.

O grupo de trabalho terá a participação de dois representantes de cada município para discutir assuntos como saneamento básico, mobilidade urbana metropolitana e obras.

Uma nova reunião deverá acontecer na próxima quinta-feira, 23, entre todos os envolvidos para consolidar os representantes de cada instituição que farão parte do grupo de trabalho da Região Metropolitana da Capital.

Foto destaque: GTA/Secom/divulgação

Compartilhamentos