Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Foi-se o tempo em que ter o carro a diesel era sinônimo de economia, pelo menos no Amapá, onde historicamente esse combustível sempre foi mais barato do que a gasolina. Há um ano, essa diferença se dissipou. 

Em alguns postos, o preço da gasolina comum varia de R$ 3,55 a R$ 3,65, enquanto o diesel também comum pode ser encontrado a R$ 3,59 a R$ 3,62. Dependendo do tipo do diesel, o litro passa dos R$ 4.

diesel - cliente - paulo

Paulo Henrique viaja muito para o interior do Estado, e sente o custo no bolso. Fotos: André Silva

Diesel especial chega a R$ 4,12, enquanto a gasolina especial sai por R$ 3,79

Diesel especial chega a R$ 4,12, enquanto a gasolina especial sai por R$ 3,79

Desde que a alíquota para produtos derivados de petróleo foi equiparada no Amapá em 1º de janeiro de 2016, o preço desses produtos se igualou.

A alíquota da gasolina era de 25% e do diesel era de 17%. Quando a mudança ocorreu, a alíquota do diesel passou a seguir a mesma da gasolina, 25%.

“O próprio Estado taxa o combustível antes dele ser entregue a distribuidora, e quando ela entrega para nós com essa taxa a gente acaba repassando isso para o cliente”, explicou o gerente de posto, Anderson Santos. “Soma-se a isso as outras taxas como frete”, acrescentou.

O combustível que se destaca dos outros, em relação a valor, é o ‘S10’. Este, por ter menos impureza em sua composição e seu preparo ser diferente do diesel comum, passa a ter também o preço diferenciado podendo chegar a R$ 0,50 a mais. O valor pode variar de acordo com o estabelecimento, mas a maioria tem praticado o preço de R$ 4,10.

diesel - gerente do posto

Gerente Anderson Santos: alíquotas iguais

 

O contador Paulo Henrique, de 47 anos, optou pelo carro a diesel pelo diferencial no preço, pois, atualmente precisa viajar muito para o interior do Estado.

“Antes você tinha um incentivo por conta do preço, mas agora tá tudo igual. Está um pelo outro”, lamentou o contador.

Eduardo Dartora, de 31 anos, que é empresário, disse ter sentido a diferença no preço em relação ao Sul do país, de onde veio.

“Aqui a diferença é de um real e pouco no diesel em relação ao que é vendido no Sul, e ainda é de má qualidade, porque o diesel daqui é do tipo naval”, queixou-se o empresário.

Compartilhamentos