Compartilhamentos

SELES NAFES

O Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) publicou nesta quinta-feira (4), em seu diário online, o deferimento do pedido de aposentadoria voluntária do desembargador Raimundo Vales. O processo foi autorizado pelo presidente do tribunal, desembargador Carlos Tork.

A vacância ainda será publicada no diário oficial, mas na prática o desembargador não trabalha mais no Amapá. O portal SELESNAFES.COM apurou que ele se mudou há algumas semanas para Recife (PE), onde deve fixar residência.

Todos os bens dele no Amapá também já teriam sido vendidos, e ele também dispensou as tradicionais honras de despedida do Judiciário. A previsão é de que ele retorne a Macapá dentro de um mês para concluir as formalidades.

Raimundo Vales nasceu em Tocantins e tem 63 anos.  Formou-se em Direito em 1981 pela Universidade Católica de Goiás. No Amapá, foi professor de Direito na Unifap e empossado como juiz em 1991, ascendendo ao cargo de desembargador no início década de 2000. Presidiu o Tribunal de Justiça e o Tribunal Regional Eleitoral.

A vaga dele será ocupada por um juiz de carreira. O nome será definido em processo por merecimento baseado no regulamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O tribunal ainda não informou quando esse processo deverá ocorrer.

Compartilhamentos