Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O governador do Amapá, Waldez Góes, estará junto com a bancada federal do Estado em Brasília na terça-feira (1) para buscar a liberação de cerca de R$ 42,8 milhões destinados para a área da segurança pública que estão contingenciados.

GEA, deputados e senadores e secretários amapaenses tratarão do assunto em reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e o secretário Nacional de Segurança Pública, o general Carlos Alberto Santos Cruz.

As autoridades pedirão a flexibilização dos critérios exigidos para ter acesso aos recursos, tendo em vista o alto investimento na área por parte do Estado nos últimos anos.

De acordo com o governo, foi cadastrado um total de R$ 90,6 milhões no Ministério da Justiça, para investimentos em obras e reaparelhamento do setor nos próximos anos. Os recursos são oriundos de emenda de bancada. Contudo, a União contingenciou quase metade desses recursos, aprovando R$ 47,8 milhões.

Para que o Estado receba o recurso liberado e possa assinar convênios, há exigências a serem cumpridas em um curto espaço de tempo.

“Vamos cobrar alternativas para resolver as questões do contingenciamento e readequação dos critérios do Ministério da Justiça. Nós estamos dispostos a cumprir todas as exigências, contudo, é necessária uma flexibilização”, frisou o governador Waldez Góes.

Investimentos em Segurança Pública

Após resolver as questões com o Ministério da Justiça, o Governo do Amapá utilizará o valor já aprovado para intensificar os investimentos em segurança pública no Estado.

A maior parte da verba será utilizada para a construção de 16 obras: seis quartéis da Polícia Militar; quatro quartéis do Corpo de Bombeiros; três novas unidades do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que atenderão as zonas Norte e Leste de Macapá e Laranjal do Jari; Uma unidade da Delegacia de Investigação do Menor Infrator (Deiai) de Santana; sede da Polícia Técnico-Científica do Amapá em Santana (Politec) e nova sede da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Foto de capa: André Rodrigues (Secom)

Compartilhamentos