Compartilhamentos

NOTA DO EDITOR

O polêmico presidente da Associação Brasileira de Advogados Criminalistas no Amapá (Abracrim-AP), Cícero Bordalo Júnior, tem uma opinião diferente do comando da Polícia Militar sobre os ataques às lojas do Centro Comercial.

Ao evitar críticas ao Judiciário, ele não poupou o Estado, e afirmou que as audiências de custódia têm cumprido seu papel. Na verdade, avaliou, o que falta é o simples aparelhamento das forças de segurança.

Assista no SNTV

Compartilhamentos