Compartilhamentos

SELES NAFES

A principal liderança do PCdoB do Amapá, a deputada federal Marcivânia Flexa, descartou nesta quinta-feira (17) a possibilidade de concorrer a uma vaga no Senado no ano que vem.

A parlamentar foi sondada recentemente pela direção nacional do partido, que busca ampliar sua bancada no Senado recrutando candidatos viáveis em todo o país. Contudo, não chegou a haver um convite formal.

Por mais que houvesse o chamado oficial, Marcivânia disse que o Senado não faz parte do planejamento de sua carreira política. Além disso, existem outras duas prioridades.

“Primeiro terminar bem meu mandato, e depois pensar na reeleição, já que na reforma política (em discussão no Congresso) a cláusula de desempenho exige que os partidos, para continuarem existindo, elejam deputados federais”, explica a deputada.

Marcivânia está em alta. Consegue transitar pela situação e a oposição, e ampliou recentemente o espaço da legenda no governo do Estado, mantendo ao mesmo tempo parcerias estratégicas no restante do Estado com o senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP).

“Também defendo que sejam renovados os mandatos dos senadores Randolfe e Capiberibe (PSB), que têm votado no Senado nos mesmos assuntos que eu venho defendendo”, ressaltou Marcivânia.

Compartilhamentos