Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Um mil beneficiários da Amapá Previdência haviam participado até está quinta-feira (16), do Censo Previdenciário. O prazo termina na sexta-feira (17) e deve fazer mudanças na folha de R$ 7 milhões da instituição.

O Amapá possui mais de 30 mil segurados, pessoas em atividade, e 1.958 beneficiários, que são os inativos. O censo é para atualizar os dados dos beneficiários, mas somente 1 mil procuraram atendimento até agora.

“É uma atualização que, por força de lei, ocorre a cada cinco anos. Precisamos saber se aquele beneficiário está vivo, se mudou de endereço e se ainda possui a mesma conta bancária”, falou o diretor-presidente da Amprev, Sebastião Magalhães.

Diretor-presidente da Amprev, Sebastião Magalhães Fotos: Cássia Lima

Atualmente, a Amprev tem uma folha de R$ 7 milhões para o pagamento dos 1.958 beneficiários registrados no último censo. A não atualização dos dados no censo resultará no bloqueio do pagamento.

“Não queremos punir ninguém. Mas precisamos que o beneficiário regularize-se. Caso contrário, vamos bloquear o pagamento até ele se atualizar”, alertou o diretor.

O atendimento para o censo é realizado de 8h às 18h, no prédio anexo da Amprev, localizado na Rua Professor Tostes, nº 2200, no bairro Santa Rita. A relação de documentos (original e cópia) para a atualização cadastral está disponível no site da instituição.

Atendimento para o censo é realizado de 8h às 18h, no prédio anexo da Amprev Fotos: Cássia Lima

Compartilhamentos