Compartilhamentos

A lixeira pública de Santana está deixando de ser só um problema ambiental e de saúde pública. Em determinados dias, a quantidade de fumaça da queima de lixo é tão grande que chega a colocar em risco a vida de motoristas e pedestres que trafegam pela Rodovia Duca Serra, e passou a afetar até a segurança aérea.

A lixeira pública de Santana está saturada há pelo menos um ano, mas continua a receber 1,2 mil toneladas de lixo produzido pela população todos os meses. Os catadores de lixo, chamados também de “carapirás”, continuam tendo acesso ao lugar e acabam usando o fogo para beneficiar alguns produtos como o cobre, por exemplo, que é extraído de fios elétricos.

Caçamba de lixo chegando na lixeira de Santan

Caçamba de lixo chegando na lixeira de Santan

Há também a queima de borracha e material plástico, um trabalho feito por adultos e crianças. “Nós já tentamos proibir a entrada de pessoas colocando vigias na área, mas eles estavam recebendo até ameaças de morte”, revelou o secretário de Desenvolvimento Urbano de Santana, Gilmar Tentes.

A lixeira fica próximo à rotatória do Matapi, onde existem indústrias e empresas de transporte de cargas em plena atividade, o que torna o trânsito de carretas e caminhões ainda mais intenso no trecho. Para tornar tudo ainda mais perigoso, a combinação tem ainda como ingrediente uma curva acentuada na rodovia. “Já teve atropelamento aqui várias vezes. A gente anda no acostamento, mas tem carro que perde o controle na curva por que o motorista não consegue ver nada”, comenta Justino Alves, eletricista que mora no Distrito do Coração e que se desloca de bicicleta todos os dias até o Distrito Industrial.

A fumaça faz mal a todos principalmente aos pequenos carapirás da lixeira

A fumaça faz mal a todos principalmente aos pequenos carapirás da lixeira

A fumaceira pode ter causado o atropelamento de cinco pessoas na mesma curva no sábado, 28, à noite. Um casal que transportava os três filhos em bicicletas foram as vítimas. O condutor de um taxi prateado fugiu do local sem prestar socorro.

A chegada diária de lixo atrai os urubus que sobrevoam o terreno exatamente na mesma rota dos aviões em aproximação para aterrissar no Aeroporto Internacional de Macapá.

A fumaça também prejudica o sobrevoo das aeronaves que se posiciona para pousar no aeroporto de Macapá

A fumaça também prejudica o sobrevoo das aeronaves que se posiciona para pousar no aeroporto de Macapá

A prefeitura de Santana anunciou que pretende desativar a lixeira em janeiro e que o lugar vai passar por um trabalho de remediação ambiental, processo que inclui a recuperação do solo. O projeto seguinte será a criação de um horto municipal onde serão produzidas mudas de plantas e árvores ornamentais.

O prefeito Robson Rocha (PTB) negocia os últimos detalhes de uma parceria com a prefeitura de Macapá para que o lixo de Santana passe a ser depositado no aterro controlado da BR-210.

Carros desaparecem em meio a fumaça na Rodovia Duca Serra

Carros desaparecem em meio a fumaça na Rodovia Duca Serra

Compartilhamentos