Compartilhamentos

Se depender de São Pedro, o que aconteceu nesta quinta-feira,9, no Aeroporto Internacional de Macapá vai se repetir muitas vezes nos próximos meses. O mau tempo que atingiu a capital desde a madrugada causou o adiamento e atrasos de voos e muita gente ficou horas esperando que o clima melhorasse para seguir viagem. Uma aeronave da TAM chegou a fazer sobrevoos tentando pousar, mas acabou retornando a Belém.

Rosano Trindade

Rosano Trindade

A chuva, que também foi torrencial em Belém impossibilitou a decolagem de três aviões com destino a Macapá. As empresas mais prejudicadas foram a TAM e a Azul. “Devido as condições do tempo, à péssima visibilidade dos pilotos por causa da chuva ocasionada por nuvens baixas na altitude de 300 pés, não houve condições de pouso. A previsão é que o tempo melhore à tarde e o aeroporto retorne suas atividades”, explicou o meteorologista da Infraero Rosano Trindade.

Ilana Coutrin

O cancelamento de voos prejudicou muitos passageiros. “Eu preciso ir embora. Moro em Miami, vim visitar minha família com minha filha de um ano e esse atraso tornou tudo muito cansativo”, afirmou preocupada a gestora de recursos Ilana Coutrin.

DSCN1454

Sem outra alternativa, os passageiros ficaram espalhados pelo saguão e na sala de embarque do aeroporto. Alguns retornaram para suas casas e hotéis esperando um chamado das companhias. Não é raro isso acontece nesta época do ano. Segundo o Núcleo de Hidrometeorologia do Iepa (IInstituto de Estudos e Pesquisas Científicas do Estado), depois da chuvarada da madrugada o mau tempo passou para a área litorânea do Estado, atingindo com força os municípios de Calçoene, Amapá e Oiapoque.

DSCN1461

O fenômeno pode voltar a se repetir nos próximos dias. “Pra amanhã de manhã (sexta-feira, 10) ainda será necessário fazer uma nova previsão, mas com certeza vai continuar nublado”, adiantou o meteorologista do Iepa Daniel Neves. A quantidade de chuvas para o período está dentro do normal, de acordo com o núcleo. Em dezembro choveram 80 milímetros, e em janeiro a previsão é de 250 milímetros.

Compartilhamentos