Compartilhamentos

Policiais abordaram uma pessoa em atitude suspeita em uma rua no Bairro do Buritizal, Zona Sul

Todos que estavam na casa de jogos foram levados para o Ciosp do Congós

Todos que estavam na casa de jogos foram levados para o Ciosp do Congós

de Macapá. Até aí tudo bem, mas na revista os policiais encontraram cocaína com ele que disse prontamente onde comprou a droga. Quando a polícia chegou ao local, descobriu que a casa também era um local para jogos de azar. Treze pessoas foram levadas para o Ciosp do Congós.

A operação, na madrugada desta quarta-feira, 07 na Avenida Galibis, foi realizada por policiais da companhia de Rádio Patrulha da Polícia Militar (BRPM). Foram apreendidos 70 jogos de baralhos, centenas de fichas de aposta e cerca de 6 mil reais em dinheiro, além de 200 gramas de material entorpecente, supostamente cocaína. “Nós realizamos uma ação de averiguação a um suspeito, que estava portando drogas. Após isso ele contou onde funcionava o cassino. Quando chegamos lá os dois seguranças que faziam a controle da entrada fugiram correndo”, contou o sargento M. Fernandes, do BRPM.

Algumas casas de jogos são humildes, como a que aparece na foto. Mas algumas são de classe média/alta

Algumas casas de jogos são humildes, como a que aparece na foto. Mas algumas são de classe média/alta

Além dos seguranças outras duas pessoas conseguiram fugir do local pulando os muros. Juntos aos jogadores também foram apreendidos celulares, porta cédulas, joias e bolsas.

Não é a primeira vez que a PM ou a Polícia Civil encontra casas que funcionam como cassinos. No ano passado dois locais foram fechados. Alguns são mais humildes e funcionam em bairros pobres. Outros ficam localizados em bairro nobres da capital e atraem amantes do pôker, onde também acontecem apostas com grandes somas em dinheiro.

 

Compartilhamentos