Compartilhamentos

A polícia suspeita que seja de uma mulher o corpo em decomposição encontrado na manhã desta quarta-feira, 28, por uma equipe de biólogos do Instituto de Estudos Científicos do Amapá (Iepa) em um ramal na comunidade do Curiaú , próximo à localidade de Casa Grande, Zona Rural de Macapá. Ao lado do corpo havia uma sandália e um relógio feminino.

Biólogos que estavam fazendo uma pesquisa sobre anfíbios desconfiaram que alguma coisa estava errada devido ao grande número de urubus que estavam no local. Os técnicos visitam a áreas todos os meses para realizar pesquisas. “Próximo ao ramal vimos vários urubus, quando nos aproximamos percebemos que se tratava de um corpo em decomposição sendo devorado. Voltamos e acionamos a polícia”, contou um dos técnicos.

Cabelos, relógio feminino e sandália podem indicar que se trata de uma mulher

Cabelos, relógio feminino e sandália podem indicar que se trata de uma mulher

Peritos da Polícia Técnica foram ao local para fazer as primeiras análises. Junto ao cadáver, além da sandália e do relógio, foram encontrados pedaços de roupas rasgadas. O corpo estava no meio do mato perto de um ramal que fica a 1 quilômetro da rodovia AP-70. De acordo com a Politec, exames serão feitos para identificar a vítima. Os resultados dos exames serão conhecidos em 30 dias. Pela aparência dos restos mortais, a mulher morreu há poucas semanas, mas não há, pelo menos enquanto, notícias de algumas mulher desaparecida.

Compartilhamentos