Compartilhamentos

Vizinhos da construção do que seria um edifício, no bairro Jesus de Nazaré, não sabem mais a quem recorrer. Desde que a obra foi embargada, há cerca de 3 anos, uma cratera que receberia as fundações do prédio virou um “piscinão” de pragas que só atormenta a vida dos moradores.

A obra abandonada fica na Avenida Vereador José Tupinambá, a antiga Nações Unidas, próximo à Rua Leopoldo Machado. O buraco ocupa pelo menos dois lotes e seria o início da construção de um edifício residencial contendo 10 andares.

Parte de um muro desabou em função da erosão

Parte de um muro desabou em função da erosão

Segundo vizinhos, a obra acabou sendo embargada pela prefeitura de Macapá porque a construtora não teria apresentado um projeto para rede de esgoto. Como a construção parou, a cratera ficou abandonada e acabou virando uma grande lagoa. “Nós sofremos todos os inconvenientes, mosquitos, baratas, ratos e caramujos. Isso aumentou muito nos últimos meses”, explica a professora Bárbara Faleiro, vizinha do problema.

Erosão ameaça carros e até casas da vizinhança

Erosão ameaça carros e até casas da vizinhança

Além das pragas, o buraco está causando uma erosão que não para de crescer, já derrubou um muro e ameaça casas vizinhas. “Não deixamos mais o carro no estacionamento porque o chão está trincando. A nossa casa e outras podem ser atingidas”, observa a professora.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdur) ficou de se pronunciar a respeito do assunto assim que checar a situação da obra nos registros da prefeitura. 

Compartilhamentos