Compartilhamentos

Quem procurou a rampa do Santa Inês em buscas de passagens para o município de Afuá, distante cerca de 6 horas de barco de Macapá, onde acontece o Festival do Camarão, só conseguiu vaga para a madrugada de sábado, 26. Segundo os vendedores, as balsas, lanchas e barcos, que fazem o transporte para a cidade do interior do Pará, estão com a lotação completa. As vagas para quinta e sexta-feira esgotaram na terça-feira, 22.

A única forma de chegar hoje em Afuá só través de pessoas que desistiram da viagem e estão vendendo espaços já comprados nos barcos. “Viemos aqui para conseguir uma passagem, mas chegamos atrasadas”, reclamou a vendedora, Raysan Rodrigues, acompanhada de três amigas que já tinham suas passagens compradas antecipadamente.

DSC_0450

Raysan Rodrigues e Cássia Tamara após conseguir a última passagem para ir ao Afuá

Raysan e as amigas estão confirmadas no festival, mas tiveram que comprar a passagem que faltava de uma pessoa que desistiu da viagem em cima da hora. “Já tínhamos três passagens, mas faltava a da Raysan, por isso chegamos em cima da hora para comprar uma passagem no mesmo barco, porém não tinha mais vaga. Agora ela terá que viajar em um barco separado, se quiser nos acompanhar”, contou Cássia Tamara, amiga de Raysan.

Leandro Santos

Leandro Santos vai pela primeira vez ao Festival do Camarão

Cássia e Raysan contam que todos os anos têm de estar no Festival, que lota a pequena cidade de Afuá em cinco dias de festas. Mas há aquelas pessoas que são marinheiras de primeira viajem. É o caso do atendente Leandro Santos, que vai pela primeira com a esposa para o festival. “Sempre ouço os amigos falarem desse festival. Então, este ano resolvi ver de perto a festa. Quero também conhecer a cidade, que sempre atrai muitas pessoas no mês de julho”, contou.

DSC_0455

Vagas só nas primeiras horas do sábado

Os vendedores de passagens dizem que a movimentação é sempre grande todos os anos. “Nós já conhecemos essa movimentação e por isso começamos a vender as passagens com antecedência. No sábado passado já estávamos com as vendas abertas, e as passagens acabaram rapidamente como o previsto. Agora só tem vaga para quem aceitar chegar na madrugada de sábado para curtir os dois últimos dias de festa”, disse a gerente de uma empresa de transportes, Ana Camila Santos.

Compartilhamentos