Compartilhamentos

Mais 5 mil residências de seis bairros do município de Laranjal do Jarí, distante 260 quilômetros de Macapá, estão sem água há 6 dias. Muitos moradores do município tomam banho na casa de parentes e amigos ou atravessam o Rio Jari indo para Monte Dourado para conseguir água tratada.

Os bairros de Castanheira, Agreste, Nova Esperança e a parte baixa da cidade são os que mais sofrem com a falta de água. Segundo os moradores, alguns dias atrás “ainda pingava água nas torneiras à noite”, mas há seis dias nem isso acontece. “Não tem água para escovar os dentes. Ontem mesmo fui tomar banho na casa da minha irmã em Monte Dourado. Não sei até quando isso vai se estender, mas precisamos de água o mais rápido possível”, desabafou o morador do Bairro Castanheira, Hernande Oliveira.

Além de sofrer com a falta de água, os moradores reclamam ainda que a água quando cai nas torneiras é de péssima qualidade. “Há cinco dias pingou água em casa durante a madrugada, mas nem usamos, porque estava muito suja. Compramos água mineral pra beber e fazer comida. Não aguentamos mais isso”, declarou a dona de casa, Janete Gonçalves, moradora do Bairro Agreste.

A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) informou que o falta de água se deve a problemas em três bombas que abastecem o município. Segundo a companhia, uma equipe de técnicos partiu de Macapá na última quarta-feira, 5, para resolver o problema.

 

Compartilhamentos