Compartilhamentos

Um princípio de incêndio em um dos apartamentos do conjunto Macapaba, na Zona Norte de Macapá, no fim da manhã desta quarta-feira, 11, deixou várias pessoas intoxicadas pela fumaça. Um policial militar e pelo menos cinco moradores foram levados para o Hospital de Emergência para receber atendimento.

O Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciodes) informou que o incêndio pode ter sido provocado por curto circuito . Um policial militar do 2º Batalhão conseguiu apagar o fogo antes da chegada dos bombeiros. Ele usou um extintor que fica no prédio. O policial acabou sendo intoxicado pela inalação, mas não ficou ferido.

Moradores de outros apartamentos também tiveram problemas de intoxicação, já que a fumaça se espalhou por todo o andar. De acordo com o Ciodes, o princípio de incêndio aconteceu em apartamento que fica no segundo andar de um dos prédios do conjunto. Ninguém ficou ferido com gravidade.

É o segundo caso em 8 meses. No dia 15 de julho, um mês depois da ocupação da primeira etapa do conjunto, um incidente parecido destruiu um apartamento no Bloco 7 do Macapaba. Moradores também usaram extintores para controlar as chamas e ninguém ficou ferido.

A causa também teria sido um curto-circuito. Vale lembrar que boa parte das 1,5 mil famílias que ocupam hoje o conjunto perderam tudo no incêndio do Perpétuo Socorro ocorrido em 2013. 

Compartilhamentos