Compartilhamentos

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), solicitou ao Ministério do Turismo a construção de um centro de convenções no Amapá. O pedido foi feito pessoalmente ao ministro Vinicius Nobre Lages. Um complexo dessa natureza é essencial para o chamado “turismo de eventos”, o que possibilitaria a realização de grandes eventuais nacionais no Estado.

O potencial do Amapá para esse tipo de segmento é um sonho antigo alimentado pelo trade turístico, cadeia formada pelos setores de hotelaria, restaurantes, agências e companhias aéreas. Pela proposta do senador, o centro de convenções do Amapá seria um espaço urbano e cultural.

Centro e convenções fortaleceria o chamado "turismo de eventos"

Centro e convenções fortaleceria o chamado “turismo de eventos”

O assunto também vem sendo discutido com o prefeito de Macapá, Clécio Luís (Psol), que se comprometeu a ceder um terreno para a construção do futuro centro, possivelmente próximo do Monumento do Marco Zero do Equador. “Vamos conversar também com as comissões de turismo da Assembleia Legislativa e Câmara Municipal, e viabilizar os recursos federais necessários para construção desse grande centro, semelhante ao que vemos em Belém”, afirmou o senador.

Ministro confirmou vinda ao Amapá em abril

Ministro confirmou vinda ao Amapá em abril.  Foto: Ascom

Durante o encontro, o ministro Lages aceitou convite do senador para visitar o Amapá na segunda quinzena de abril, quando será realizado um seminário sobre o desenvolvimento do turismo na região. Mas, antes da vinda do ministro, o senador pretende se reunir com representantes do trade para ouvir uma explanação sobre o setor no Amapá.
Para o ministro do turismo, esse é o momento de se voltarem os olhos do governo federal para o Amapá. “Precisamos reconhecer a importância de um dos estados potencialmente fortes em razão das possibilidades  da cultura e da riqueza natural encontradas nos estados amazônicos”, disse Vinícius Lages.

Compartilhamentos