Compartilhamentos

Elcio Barbosa

O Santos goleou o Oratório por 6 a 0 na abertura do Campeonato Estadual de 2015. Cabralzinho foi o nome do jogo, ele marcou dois gols. O zagueiro Wellington, o meio campista Leto, o atacante Índio, e Raí, completaram o placar. O jogo começou com 20 minutos de atraso, por conta da cerimônia de abertura da competição.

Aos 10 minutos de bola rolando, Cabralzinho recebeu em velocidade na entrada da área, driblou o goleiro Oliveira e marcou Santos 1 a 0. O Oratório não reagiu e foi o que aconteceu no primeiro tempo.

A equipe do Santos mostrou força dentro de campo

A equipe do Santos mostrou força dentro de campo. Fotos: Elcio Barbosa

No retorno das equipes para o segundo tempo, o Santos voltou ainda melhor. Aos 7 minutos, escanteio para o Peixe. A bola sobrou para o zagueiro Wellington, que assinalou 2 a 0 Santos. Aos 15 minutos houve um bate rebate na área do Oratório, e a bola sobrou para Cabralzinho. Santos 3 a 0.

A pesar de ser o jogo de abertura, poucos torcedores compareceram ao Estádio Zerão. A torcida do Santos estava em maior número e era a única a comemorar, já que o time dominava a partida. O próprio presidente de honra do clube, Luciano Marba, enfatizou isso. “O Santos jogou como campeão”.

O Santos jogou como gente grande e não deu chances para o adversário

O Santos jogou como gente grande e não deu chances para o adversário

O treinador Minga colocou Leto em campo aos 21 minutos, e ele marcou Santos 4 a 0. Índio também fez sua estreia na competição, e aos 34 minutos acertou um chute bonito de fora da área aumentando o placar para 5 a 0.

Raí entrou no jogo para dar números finais ao jogo, marcando o sexto gol do Santos. O Oratório não esboçou reação em nenhum momento da partida. Foi totalmente dominado. Quem foi ver a abertura do estadual viu muito mais do que a goleada do Santos para cima do Oratório. Viu o time do Peixe jogando como gente grande em todos os setores do campo.

Luciano Marba, presidente de honra do Santos: o Santos jogou com campeão

Luciano Marba, presidente de honra do clube: o Santos jogou como campeão

“Graças a Deus conseguimos colocar em campo o que nós havíamos treinado. Deu tudo certo”, disse o goleiro santista, Diego Cabral.

“O grupo é maravilho, o Santos está de parabéns. Vamos trabalhar agora para a próxima partida”, afirmou o atacante Índio.

 

Ficha Técnica:

1) Santos: Diego Cabral, Maico Gaúcho, Wellington, Preto Barcarena e Batata. Roberto Hora, Raí e Leto, André Cabeça, Cabralzinho e Acosta.

Banco de reservas: Zé Maria, Jhuan, Vinícius, Diney, Allan, Lessandro, Sandro, Índio, Cavalo, e Aldair.

Técnico: Minga.

2) Oratório: Oliveira, Gil Bala, Bruno, Jorge, Denilson, Ramon, Robinho, Bruno Maranhão, Everton, e Walace.

Banco de reservas: Afonso, Cecílio, Juninho, Ozenildo

Técnico: Bruno Almeida.

Local: Estádio Milton Correa (Zerão).

Arbitragem: Enoc Pacheco; auxiliares, Roberto Soares Junior e Inácio Câmara.

 

Compartilhamentos