Compartilhamentos

Um homem, que segundo o Corpo de Bombeiros estava amanhecido, morreu no domingo, 19, no Balneário de Fazendinha, depois de tentar um salto de cima do muro de arrimo. Ele bateu com a cabeça em um banco de areia.

A vítima foi identificada como William Ferreira da Silva, de 34. Ele trabalhava numa oficina de alinhamento de carros. Segundo testemunhas, o rapaz tinha passado a noite inteira na companhia de amigos em Fazendinha, e por volta das 7h30min decidiu que daria um mergulho no Rio Amazonas, saltando de cima do muro de arrimo. Depois do salto ele não foi mais visto.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros que estava no local para acompanhar uma competição esportiva fez as primeiras buscas e logo localizou submerso o corpo do rapaz. 

Os paramédicos fizeram os primeiros procedimentos de reanimação, mas ele já havia morrido. “Ele não viu que a maré estava baixa e mergulhou de cabeça no banco de areia, batendo com a cabeça”, explicou o tenente-coronel Roberto  Nery, do Centro de Comunicação Social do CBM-AP.

Essa foi a primeira ocorrência grave das férias em balneários da capital. O Corpo de Bombeiros diz que é difícil evitar casos como esse, mas que tem agido para salvar vidas.

“Ainda ontem evitamos que um rapaz de 19 anos se afogasse também em Fazendinha.  Ele foi transportado para o Hospital de Emergência de Santana e fooi salvo. Também temos agido de forma preventiva”, comentou o oficial.

Compartilhamentos