Compartilhamentos

Macapá está entre as 27 capitais do Brasil selecionadas para participar de um estudo elaborado pelo Ministério da Saúde sobre o surto de dengue. A informação foi repassada por técnicos do ministério que estiveram esta semana no Amapá.

Os técnicos visitaram a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para avaliar a estrutura, processos, resultados e custos do sistema de alerta e resposta para detecção oportuna de surto de dengue em diferentes níveis.

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Marluce Chermont, foi feito um levantamento retrospectivo com vários indicadores, e a partir desse estudo é que surgiram os melhores indicadores de alerta.

O trabalho dos agentes de endemia chamou atenção do Ministério da Saúde

O trabalho dos agentes de endemia chamou atenção do Ministério da Saúde

“Isso mostra que estamos preparados para conter qualquer tipo de surto de dengue, caso ocorra. Trabalhamos para prevenir o aumento no número de casos”, enfatizou.

Matheus de Paula Cerroni, técnico do Ministério da Saúde, disse que vieram para avaliar a situação e como o município se prepara para enfrentar os casos e evitar agravamento da doença.

“É muito importante que todas as áreas tenham o conhecimento sobre o plano de ação de combate à dengue. Macapá é uma dessas capitais que mostram organização e preparo ao combate ao mosquito transmissor da doença”.

O acompanhamento e o trabalho desenvolvido pelos agentes de endemias durante o ano de 2014, possibilitaram que Macapá fosse apontada pelo Ministério da Saúde entre as onze capitais brasileiras com índice satisfatório da doença. Dados do último LIRAa feito em 2015 apontam que 50% dos criadouros do mosquito estão dentro das casas e presentes no lixo doméstico.

Compartilhamentos