Compartilhamentos

Um aviso fixado dentro do quartel do Corpo de Bombeiros no Distrito da Fazendinha, zona rural de Macapá, gerou polêmica e repercutiu nas redes sociais. No documento, o comando do destacamento proíbe a utilização das centrais de ar condicionado pela manhã e no período da tarde, que é justamente quando está mais quente. A ordem foi cancelada pelo comando geral da corporação no Ampá.

Comandante geral, Coronel Bispo, determinou o cancelamento da ordem

Comandante geral, Coronel Bispo, determinou o cancelamento da ordem

O aviso foi publicado nas dependências do quartel no dia 21 de outubro, e fixava horários para utilização das centrais: de 12h às 14h, e de 22h às 6h, ou seja, pela manhã e à tarde, nada de ar condicionado. A ordem foi assinada pelo comandante, o tenente-coronel André Costa.

O aviso foi fotografado e compartilhado nas redes sociais como forma de protesto. No dia seguinte, o comandante geral, coronel Marcelo Magno Bispo Correa, determinou o cancelamento da ordem.

A assessoria de comunicação do CBM emitiu nota afirmando que o comandante geral em nenhum momento havia determinado tais ordens.

“E tão logo ficou sabendo de tais acontecimentos, determinou o imediato cancelamento dos avisos e determinações”, acrescenta a nota.

A corporação, diz a nota, ainda está estudando meios de cortar gastos, dentro do que determinado decreto do governador Waldez Góes publicado no último dia 3 de agosto.

Compartilhamentos