Compartilhamentos

Pela primeira vez em 50 anos não houve missa neste domingo, 15, na igreja Jesus de Nazaré, em Macapá. Nem de manhã, nem à noite. No meio da madrugada, a paróquia foi invadida por ladrões que levaram todo o equipamento multimídia e ainda promoveram uma cena no mínimo estranha: enquanto cometiam o crime, um deles decidiu cobrir com um tapete o sacrário (lugar onde ficam as ostias).

A invasão ocorreu por volta das 3h. A polícia acredita que eram pelo menos quatro bandidos.

“Eles entraram por uma parte onde o pitbull não em acesso. Eles sabiam disso. Depois quebraram uma vidraça e entraram”, descreve o padre Paulo Matias, pároco da igreja.

Ladrões quebraram o vidro da janela e entraram

Ladrões quebraram o vidro da janela e entraram

Dentro da paróquia, eles usaram os bancos para alcançar o projetor que ficava no forro. Depois recolheram microfones, potências e a mesa de som.

O gesto de cobrir o sacrário foi interpretado pelo padre Paulo Matias como uma vã tentativa de impedir que Deus visse o que estavam fazendo.

“É alguém que tem temor de Deus”, avalia o sacerdote.

Projetor que ficava no forro foi levado

Projetor que ficava no forro foi levado

Os fieis que chegaram para a missa se depararam com a cena de destruição dentro da igreja. Havia bancos, vidros quebrados, muita sujeira. Alguns fieis choraram ao ver a cena e o sacrário coberto.

A missa da noite também foi cancelada por determinação da Diocese de Macapá. Até agora ninguém foi preso.

Compartilhamentos