Compartilhamentos

SELES NAFES

Policiais civis, federais e militares prenderam o homem que é considerado talvez o bandido mais perigoso de Oiapoque. Ele é acusado de dezenas de crimes, entre eles assaltos e tráfico de drogas na fronteira com a Guiana Francesa.

“Mazinho” foi preso depois que a Justiça expediu mandado de prisão preventiva a pedido da Polícia Civil. Ele já era investigado também por outros crimes como aliciamento de menores, ameaças, cobrança de pedágio e agressões, além de porte de arma de fogo.

A comunidade de Vila Vitória tinha medo de Mazinho.

“Ele se julgava o dono de Vila Vitória. Intimidava todo mundo. Até em bares ele bebia sem pagar a conta. Na semana passada ele e seus comparsas agrediram o marido da presidente da Associação de Moradores de Vila Vitória que foi pedir explicações dele sobre esse comportamento de não pagar a conta nos bares da comunidade”, comentou o delegado Charles Corrêa.

Na tarde desta quarta-feira, 30, Mazinho foi surpreendido por policiais em seu sítio, na comunidade de Vila Vitória, a 10 quilômetros da sede de Oiapoque.

Ao perceber a aproximação dos policiais, ele tentou fugir e se jogou em um lago.

“Foi uma situação tensa, porque esse sujeito tem histórico de andar armado. Corremos muito atrás dele que se jogou em um lago. Como estava com o corpo submerso e a gente não sabia se ele estava armado, nós precisamos disparar tiros de advertência na água para que ele pudesse se entregar”, contou o delegado Charles Corrêa.  

Mazinho foi preso em apresentado no Ciosp de Oiapoque, de onde seguiu para o mini-presídio da cidade. Ele também é acusado de ser o mentor intelectual de assaltos na região. 

Compartilhamentos