Compartilhamentos

SELES NAFES

O empresário Ofirney Sadala assumirá nesta quarta-feira, 27, o comando do diretório municipal do Partido Social Democrata Cristão (PSDC). O evento também marcará o lançamento da candidatura dele à prefeitura de Santana. 

A solenidade será realizado na Câmara de Vereadores, a partir das 18h30min. Ofirney Sadala saiu recentemente do PTN, partido pelo qual concorreu à vaga de deputado federal obtendo mais de 10,2 mil votos.

Ofirney Sadala foi juiz no Pará e no Amapá. Fotos: Divulgação

Ofirney Sadala foi juiz no Pará e no Amapá. Fotos: Divulgação

O candidato tem 41 anos, e, antes de ser proprietário cartório em Santana, foi promotor de Justiça no Pará e juiz no Amapá, e ficou famoso por se destacar em concursos públicos, fama que o estimulou a montar um cursinho preparatório que leva seu nome. Ele também dá aulas.  

“Na minha vida tudo o que construí foi com muito esforço e trabalho. Eu estudei muito. Me preparei durante muito tempo para vida. Quem me conhece sabe que convivi muitos anos com os mais carentes de Santana e nunca esqueci as minhas origens”, diz ele.

Ofirney Sadala nasceu em Vila Nova, no interior do Pará, onde a Jari Florestal tinha um projeto de arroz, e o pai era comerciante e dono de embarcações. A família mudou-se para o Beiradinho, hoje município de Vitória do Jari, quando ele ainda era criança.

Ofirney Sadala chegou a trabalhar com o pai em um regatão, foi feirante e guarda municipal na cidade de Almeirim (PA). Em 1996, ele passou no concurso para professor do Estado, indo trabalhar na Área Portuária, em Santana, mesmo ano em que passou no vestibular de Direito da Unifap.

O candidato mora há 20 anos em Santana

O candidato mora há 20 anos em Santana

Hoje é proprietário de cartório em Santana

Hoje é proprietário de cartório em Santana

Em 2001, ele foi aprovado no concurso para analista judiciário da Justiça Federal. Depois disso passou em concursos para procurador do Estado do Amapá, promotor de Justiça no do Pará, Juiz no Pará, e passou em primeiro lugar para juiz no Amapá.

Já são 20 anos morando em Santana.

“Conheço os nossos problemas de Santana porque os vivi aqui, na dura batalha diária pela sobrevivência. Eu gostaria de morar na propaganda da Prefeitura de Santana porque nela tudo funciona. Mas a realidade é dura e bem diferente”, critica.

E ajuda a preparar concurseiros

E ajuda a preparar concurseiros

Compartilhamentos