Compartilhamentos

EWERTON GOMES, DO ROTOR GEEK

Para entender a ‘Era do Apocalipse’ é preciso saber que a Marvel adorava criar ‘universos paralelos’. A versão das HQs começa com Charles Xavier sendo morto por Legião, seu próprio filho, que volta ao passado para matar Magneto. Com a morte de Xavier, no entanto, toda a linha do tempo é modificada, gerando um… universo paralelo, a ‘Terra-295’.

O filme deveria ter o mesmo nome da história nos quadrinhos, ‘Era do Apocalipse’, mas acabou ficando apenas ‘Apocalipse’ para evitar comparações com ‘Vingadores: Era de Ultron’ e ‘Transformers: a Era da Extinção’.

Há várias diferenças

Há várias diferenças. Personagem Apocalipse tem mais mais de 30 anos 

Outra grande diferença é a composição dos aliados de Apocalipse. No filme, eles são Magneto, Tempestade, Psylocke e Arcanjo. Os dois últimos fizeram parte do grupo nas HQs, ele como um dos membros originais e ela na revista “Uncanny X-Force”.

Já Magneto e Tempestade foram Cavaleiros no desenho “X-Men – Evolution”, de 2000. Nos HQs os quatro cavaleiros seguem a lógica bíblica. Apocalipse recruta pestilência, dos Morlocks (mutantes que viviam nos subterrâneos de Nova York), para ser a Peste, uma garota anoréxica para tornar-se Fome, e um veterano do Vietnã com Guerra. O Anjo do X-Factor que teve suas asas cortadas em outra história, e raptado por Apocalipse e transformado em Arcanjo. A versão do personagem com asas de metal.

No HQ, Styker é um fanático religioso que comanda um grupo paramilitar. Fotos: Divulgação

No HQ, Styker é um fanático religioso que comanda um grupo paramilitar. Fotos: Divulgação

Apocalipse nos HQs é um Darwinista muito radial. Ele é a favor da sobrevivência do mais forte. Se os mutantes são a raça superior que vai substituir os humanos, o vilão que botar os mutantes em combate para que só os mais aptos entre a nova raça fiquem vivos. Ele vem tentando praticar essa filosofia desde o início dos tempos, posando de deus para civilizações do Egito, Pérsia, Mesoamérica e Índia.

Os primeiros filmes deixaram de lado as cores berrantes dos uniformes dos quadrinhos por figurinos mais sóbrios. Mas em “Apocalipse”, Psylocke, Arcanjo, Tempestade, Ciclope e Mística aparecem com o visual mais próximo das HQs. O visual de Ciclope é inspirado na versão criada por Jim Lee nos anos 1990, com o tradicional traje azul e amarelo.

Visual de Cyclope ficou mais perto dos HQs

Visual de Cyclope ficou mais perto dos HQs

Nos quadrinhos, William Stryker é um fanático religioso com um passado militar. Movido por um ódio incontrolável pelos mutantes, ele comete vários crimes como comandante de um grupo paramilitar. Sua história foi a principal inspiração para o filme “X-Men 2”, de 2003.

Em seus 30 anos de quadrinhos, Apocalipse conseguiu alcançar seu status de mutante superpoderoso e ardiloso no nível de Magneto, Clube do Inferno e outros antagonistas do primeiro escalação dos X-Men.

Mas também esgotou-o rapidamente devido à superutilização. Por mais que o sucesso da história alternativa “A Era do Apocalipse” valha a fama do supervilão, faz tempo que suas reaparições para atazanar a dúzia de equipes mutantes não assustam ninguém.

X-Men Apocalipse consegue ser uma boa diversão. Apesar das cenas de ação competentes e da introdução de personagens promissores, o filme perde força ao tratar de modo superficial os temas e personagens que tornavam a franquia tão interessante.

X-Men Apocalipse estreou em 19 de maio. E você o que achou do filme? Obrigado e até o próximo Rotor Geek!

Compartilhamentos