Compartilhamentos

SELES NAFES

A Secretaria de Segurança Pública do Amapá (Sejusp) divulgou na manhã desta terça-feira, 3, que o Núcleo de Operações e Inteligência (NOI) da Polícia Civil está conduzindo as investigações no caso do engenheiro desaparecido Sérgio Almeida, de 41 anos.

“Já fizemos várias coisas, mas ainda não podemos detalhar nada”, comentou o delegado Sidney Leite, titular do NOI.

A família, que está faz buscas por conta própria em uma área de mata no Loteamento Sol Nascente, onde o carro do engenheiro foi encontrado com manchas de sangue, havia informado que a polícia ainda não havia se envolvido no caso.

“Numa situação como essa é claro que a família está atordoada, mas estamos agindo sim. Já foi realizada a perícia no carro da vítima e o veículo foi entregue à família”, acrescentou o delegado.

O engenheiro civil e professor da rede pública está desaparecido desde o último domingo, quando foi visto na companhia de alguns rapazes no balneário do Curiaú logo depois de um aniversário no Bairro Renascer. 

Compartilhamentos