Compartilhamentos

SELES NAFES

Um comerciante foi preso na manhã desta quarta-feira, 22, dentro de um ônibus que seguia pela BR-210 no sentido para a região do Jari. Com ele foram apreendidos mais de R$ 11 mil em notas pequenas e 155 munições de grosso calibre.

A abordagem ocorreu durante uma operação de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Amapá que sempre inspeciona ônibus de passageiros atrás de procurados pela Justiça. Ao revistar a mochila de um dos passageiros, os policiais encontraram a munição e o dinheiro. O material estava escondido debaixo de roupas.

“Ele informou que é comerciante de uma reserva extrativista no Jari e atende encomendas de moradores. E afirma que trabalha com escambo, trocando munição por castanha sempre atendendo várias encomendas quando vem à Macapá”, explicou o inspetor Francimuller, da PRF.

Produtos poderiam ter causado uma explosão dentro do ônibus. Foto: PRF/Divulgação

Produtos poderiam ter causado uma explosão dentro do ônibus. Foto: PRF/Divulgação

Os policiais contaram 155 munições dos mais variados calibres, como 28, 20, 30, .16, 12, e 22, além de 200 gramas de pólvora, 300 espoletas e 4 quilos de chumbinho.

Ademir Braga da Silva, de 43 anos, foi preso em flagrante por porte ilegal de munição e explosivos. Para comercializar esses produtos, ele precisaria de uma autorização especial da Polícia Federal e do Exército.  

“Ao transportar essas mercadorias ele pôs em risco a vida dos próprios passageiros dos ônibus, porque poderia causar uma explosão”, comentou o inspetor.

Ademir Silva foi conduzido ao Ciosp do Pacoval. Ele não explicou a origem dos R$ 11.246 em notas pequenas, mas poderá fazer uma declaração à Receita Federal e reaver o dinheiro.

Compartilhamentos