Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou o orçamento para as eleições de 2016. Serão pouco mais de R$ 4,3 milhões para todo o processo eleitoral. O valor corresponde a metade do solicitado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O valor foi bem menor do que esperava o TRE do Amapá. Para essa eleição foram orçados R$ 7,9 milhões, levando em consideração que em 2014 o orçamento foi de R$ 6 milhões. 

Orçamento é 40% menor que o proposto ao TSE. Fotos: André Silva

Orçamento é 40% menor que o proposto ao TSE. Fotos: André Silva

O assessor jurídico do TRE-AP, Alessandro Rilsoney, apresentou o novo orçamento. A quantidade de veículos usados em 2014, 500 unidades, esse ano pode não chegar a 300.

“Isso pode gerar um pequeno prejuízo quanto a resposta imediata do resultado nas seções eleitorais”, explica.

Presidente do TRE-AP, desembargador Carlos Tork

Presidente do TRE-AP, desembargador Carlos Tork: “algumas logísticas já foram redefinidas”

Algumas mudanças tiveram que ser feitas para readequar o orçamento desse ano. O presidente do TRE-AP, desembargador Carlos Tork, está otimista quanto ao andamento do processo.

“Serão todos os tipos de gastos orçados nessa execução financeira. Esse corte não vai impactar no número de urnas e nem na coleta de votos. Algumas logísticas já foram redefinidas para gerar uma economia”, explicou o desembargador.

Segundo estimativa do TRE, serão usados cerca de 700 policiais militares em todo o estado para garantir a segurança do pleito.

Compartilhamentos